Loading...
Escolinha de Vela2019-01-14T17:10:42+00:00

Estar na água produz uma imensa sensação de liberdade. Sem restrições à velocidade, apenas limitado pela capacidade individual ou pelas condições meteorológicas, a menos que numa competição percorrendo determinado percurso, há total liberdade para rumar a qualquer destino.

A responsabilidade inerente a comandar uma embarcação sem a supervisão imediata de um adulto, é um ótimo meio para o fortalecimento psicológico, assim como para a construção da personalidade da criança. No nosso caso, a iniciação à vela dá-se em embarcações solitárias chamadas Optimist.

Benefícios para toda a vida

Algumas capacidades que as crianças podem adquirir ao mesmo tempo que se divertem na água, incluem:

Tomada de decisão

Bons marinheiros sabem que quanto mais rapidamente for tomada uma decisão, mais cedo a poderão corrigir, retificando qualquer opção menos boa. Seja optar por determinado percurso, escolher determinada vela, desempenhar uma função a bordo, ou escolher uma pessoa para a equipa, um velejador avalia constantemente o seu progresso para perceber se determinada decisão teve melhor ou pior resultado. Compreender uma má decisão e tomar rápidas medidas corretivas é uma capacidade indispensável para toda a vida.

Resiliência

Na vela, mais importante que ser brilhante é a capacidade individual para eliminar erros e corrigir decisões. É necessário gerir equipamentos e obter o maior benefício possível da meteorologia, do ventos, das ondas ou das correntes marítimas. É uma atividade rica, desenvolvendo a capacidade de observação e análise, com enormes benefícios para o praticante.

Aprender a reagir sem entrar em pânico, procurar a solução mais adequada, superar medos e limitações, são aquisições úteis para toda a vida.

As crianças, quando surpreendidas por rajadas de vento, aprendem a enfrentar o problema ao invés de o ignorar. A experiência mostra que a maioria tira o maior proveito da situação, aprendendo a ultrapassar os seus próprios limites, aumentando assim a sua resistência física e mental, conhecendo-se melhor e reforçando a confiança em si próprios.

Organização e responsabilidade

A permanência num espaço confinado, muitas vezes com inúmeros cabos cada qual para a sua função, obriga a um esforço permanente de memorização e de organização, situação essa que se torna mais exigente à medida que aumenta o número de pessoas a bordo, passando a articular não só a organização do material de navegação mas também o espaço de convivência.

Não obstante de ser um esforço individual enquanto na água, em terra trabalham em equipa e são responsáveis pela instalação dos diversos elementos que compõem um barco pronto a navegar, bem como são também responsáveis pela desmontagem das suas embarcações após terminar a actividade.

Concluindo, velejar tem inúmeros benefícios imediatos para a saúde, bem como inúmeros benefícios que serão úteis durante toda a vida!